Entenda a importância dos relatórios contábeis para a gestão das empresas

04 outubro 2019
Rodrigo Ferreira

Os relatórios contábeis são ferramentas essenciais para auxiliar nas tomadas de decisões e avaliar a saúde financeira de qualquer negócio, independentemente do seu porte e segmento de atuação. Além da sua importância, existem alguns demonstrativos obrigatórios e que precisam ser realizados para que a empresa esteja em regularidade perante os órgãos regulamentadores.

Por reunir dados relevantes e contribuir para que a empresa consiga analisar situações de riscos, receitas, custos e diversas informações extraídas de vários setores, é necessário que você conheça alguns detalhes sobre eles. Por isso, preparamos este post. Confira!

Quais informações precisam estar contidas nos relatórios contábeis?

Como os relatórios contábeis precisam detalhar os dados colhidos pelo departamento contábil relativos aos outros setores, algumas informações precisam estar presentes nesses documentos, como:

  • receitas obtidas por meio da venda e revenda de produtos ou prestação de serviços;
  • custos;
  • impostos, taxas e contribuições recolhidas ou devidas;
  • valores de despesas.

A frequência com que os relatórios precisam ser feitos vai depender dos prazos definidos em lei ou das normas internas definidas pela empresa. 

Quais são os principais tipos de relatórios contábeis existentes?

A seguir, vamos mostrar os relatórios contábeis obrigatórios e não obrigatórios mais usados pelas empresas. Veja!

Balanço Patrimonial

É um relatório capaz de mostrar a situação real do patrimônio da organização, apontando uma perspectiva financeira em um certo período. Nele, deve estar refletido se existe equilíbrio entre a soma do passivo, que são os compromissos com terceiros; com o patrimônio líquido, que são as obrigações com a própria empresa (sócios, acionistas etc.); e com os ativos, que são os bens e direitos.

Demonstração do Resultado do Exercício (DRE)

A DRE possui finalidade de comparar os resultados identificados em movimentações que foram feitas ao longo de um período determinado e que, em regra, correspondem ao montante de 12 meses. A DRE deve apontar:

  • receita bruta de vendas e serviços;
  • despesas com as vendas;
  • lucro ou prejuízo das operações;
  • resultado do exercício da incidência do IR, entre outros.

Depois de confrontar esses valores, é possível chegar ao resultado líquido de um exercício.

Demonstração das Mutações do Patrimônio Líquido (DMPL)

É um relatório muito importante pelo fato de apontar as alterações que o patrimônio líquido da companhia sofreu por meio de uma representação objetiva e simples. Nele devem estar inclusos dados como: lucros, prejuízos, capital, reservas de capital, margem de lucro, prejuízos acumulados etc.

Sua intenção é propiciar uma visão ampla da real situação da empresa em relação ao seu patrimônio líquido, mostrando as mudanças ocorridas e como isso gerou influência sobre ele.

Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados (DLPA)

O DLPA é um relatório obrigatório que usa dados apresentados pelo Balanço Patrimonial e DRE para mostrar como o lucro líquido informado nesses relatórios é aplicado. Esse tipo de demonstração também detalha a situação patrimonial da instituição e evidencia cada informação sobre as mudanças e operações que aconteceram entre o saldo inicial e final da companhia em um período específico.

É um relatório muito usado para garantir o controle financeiro de uma empresa e auxiliar empresários e gestores a visualizarem melhor o cenário das decisões que precisam ser tomadas.

Também viabiliza as variações do caixa e a compreensão dos períodos em que ocorrem mais lucro ou prejuízo e, dessa forma, é possível entender o desenvolvimento do negócio e analisar se há viabilidade econômica para certos investimentos, como compra de maquinário, abertura de filial, contratação de funcionários, entre outros.

Demonstrativo do Valor Adicionado (DVA)

Trata-se de um relatório fundamental para mostrar de que maneira o lucro obtido por uma companhia em um período específico foi dividido entre seus colaboradores, financiadores, acionistas, fornecedores, governos e demais, ou seja, entre todos aqueles que participaram de forma direta ou indireta da sua aquisição.

Demonstrativo do Fluxo de Caixa (DFC)

É um demonstrativo contábil que mostra todas as entradas e saídas de capital do caixa de uma organização e quais foram os resultados dessas movimentações.

Tem como finalidade avaliar a capacidade de uma companhia de gerar saldo positivo no caixa em um período estipulado. Para isso, ele aponta a origem do dinheiro adquirido e exibe de forma detalhada como ele foi investido.

É importante deixar claro que, apesar do nome, o DFC não averígua somente o fluxo de caixa propriamente dito, tendo em vista que engloba todas as demais contas da empresa.

A elaboração da DFC é muito importante, considerando que só assim será possível compreender os períodos de escassez ou sobra de capital, assegurando que exista valor disponível e suficiente para honrar com as obrigações dentro da data de vencimento.

Além de manter em dia com as obrigações legais, já que a maioria desses relatório contábeis são enviados ao Fisco anualmente por meio do SPED Contábil (ECD e ECF), eles são parte importante no momento das tomadas de decisões, tendo em vista que geram a oportunidade de análise e elaboração de estratégias de acordo com a situação atual que o negócio se encontra.

Como garantir que a elaboração desses relatórios seja feita adequadamente?

Após entender a importância e função de cada um dos demonstrativos relatados acima, fica nítida a necessidade de serem elaborados por profissionais do ramo de contabilidade e que tenham experiência com a atividade, afinal, qualquer erro na coleta e interpretação das informações pode gerar sérios prejuízos para o negócio, seja por uma decisão equivocada ou investimento mal planejado.

Uma opção é terceirizar a contabilidade para uma empresa confiável, com ampla expertise e capaz de cumprir todas as obrigações contábeis que a empresa possui. Isso garante o sucesso dos serviços realizados, além de permitir que os gestores e empresários tenham mais tempo para cuidar de outras funções essenciais para o funcionamento e expansão do negócio.

Ao contar com a Artdata você consegue ter acesso de forma ágil a todos os relatórios da sua empresa (inclusive em formatos gráficos que facilitam o entendimento), tendo a segurança e tranquilidade que tanto precisa para tomar as decisões corretas.

Conseguiu entender a importância dos relatórios contábeis? Então, não espere mais para contar com o auxílio de um time de profissionais experientes e preparados para garantir a regularidade e crescimentos saudável da empresa.

Entre em contato com a gente agora mesmo e veja como podemos contribuir para as melhores decisões do seu negócio por meio das nossas soluções!


Almir Ferreira

Diretor Executivo

CRC 1SP143563/O-2

Contato

contato-e-mail

Você também pode entrar em contato conosco diretamente pelo e-mail:
artdata@artdatacontabil.com.br

localização

Nossas Unidades:

UNIDADE MOGI MIRIM
Avenida Dona Sara Leme da Costa, 45
Nova Mogi
Mogi Mirim | SP
CEP 13800259
Tel (19) 3814 3888

UNIDADE CAMPINAS
Rua Luiz Otávio, 2565
Fazenda Santa Cândida
Campinas | SP
CEP 13087560
(19) 3471 0008

UNIDADE SÃO PAULO
Rua do Rócio, 350
10º andar | Vila Olímpia
São Paulo | SP
CEP 04552000
Tel (11) 3090 4504

UNIDADE RIVIERA DE SÃO LOURENÇO
Bertioga | SP
CEP 11250000
Tel (13) 2191 2600

© Artdata Contábil.