Conheça as vantagens e desvantagens do Lucro Real

22 agosto 2019
Rodrigo Ferreira

Para que a empresa consiga manter sua situação financeira saudável e ser rentável aos sócios, é preciso realizar seu enquadramento no regime tributário mais adequado e vantajoso para o seu caso. Existem três modelos tributários disponíveis que podem ser escolhidos pelos gestores: Lucro Real, Lucro Presumido e Simples Nacional, cada um com suas particularidades. Para que você entenda melhor, vamos falar sobre vantagens e desvantagens do Lucro Real, já que este é o regime mais complexo e exigente em termos tributários e contábeis.

Nele a tributação do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) ocorre por meio da apuração dos resultados reais da empresa, sendo a base de cálculo definida conforme legislação vigente no período da ocorrência do fato gerador.

Devido à sua complexidade, elaboramos este post para esclarecer os principais pontos sobre a tributação pelo Lucro Real e mostrar quando ele pode ser a melhor e mais vantajosa opção. Confira!

Qual é a importância de fazer um bom planejamento tributário?

planejamento tributário viabiliza a escolha do regime para apuração e recolhimento de tributos mais adequado ao negócio. Ao fazer a escolha correta, é possível reduzir a carga tributária incidente sobre as atividades com amparo da legislação fiscal.

O problema é que, muitas vezes, por causa do processo burocrático e complexo, muitos empresários optam por manter suas empresas no Lucro Presumido ou no Simples Nacional por mero comodismo, o que pode reduzir a margem de lucro ou até inviabilizar a continuidade das operações da empresa.

Por exemplo: companhias capitalizadas podem deduzir, no momento da apuração do Lucro Real, os juros mensurados por meio da TJLP incidentes sobre o capital próprio. Nesse caso, a tributação desse valor (15%) é inferior à tributação do IRPJ (15% a 25%) e da CSLL (9%).

Além disso, a opção do Lucro Presumido geralmente é mais vantajosa para instituições em que a margem de lucro é igual ou acima de 32%. Quando a margem de lucro é inferior a 32%, em geral é mais benéfico optar pelo pagamento de tributos com base no Lucro Real.

Quais são as vantagens e as desvantagens ao se optar pelo regime tributário Lucro Real?

Conheça a seguir as principais vantagens e desvantagens do Lucro Real.

Vantagens

  • Possibilidade de compensação de prejuízos fiscais;
  • aproveitamento dos créditos do PIS e do COFINS;
  • tributação mais justa, já que considera a situação real da organização;
  • nas situações de prejuízo fiscal, não existe a obrigatoriedade de recolhimento do IRPJ e da CSLL;
  • viabilidade de optar pela apuração mensal, trimestral ou anual, adequando às estratégias e necessidades do negócio.

Desvantagens

  • Volume maior de obrigações acessórias;
  • gestão de documentos mais burocrática;
  • exigência rigorosa do controle contábil;
  • alíquotas de PIS e COFINS mais altas; contudo, existe a permissão dos créditos definidos na legislação.

Por que é importante que a empresa optante do Lucro Real conte com uma contabilidade eficaz?

É muito importante que as empresas que desejam optar ou já são optantes pelo Lucro Real contem com o auxílio de uma contabilidade com expertise no atendimento de empresas que operam sob esse regime tributário, e que seja composta por uma equipe qualificada e capacitada, tendo em vista a complexidade e as exigências extras por parte do fisco que devem ser cumpridas, como: elaboração do eLalur e eLacs, apuração fiscal rigorosamente realizada dentro do prazo estabelecido, escrituração e fechamento contábil recorrente, dentre outros.

Quais empresas estão obrigadas a se enquadrarem no Lucro Real?

O regime do Lucro Real não define um limite de valor, ou seja, qualquer que seja a receita bruta anual da companhia, a adoção será permitida. No entanto, a adoção desse regime será obrigatória para empresas com receita bruta anual acima de R$ 78.000.000,00 (setenta e oito milhões) e, também, para as seguintes empresas:

  • que atuem no mercado financeiro, por exemplo, cooperativas de crédito, instituições bancárias e companhias de seguros privados;
  • organizações que aufiram lucros, ganhos de capital ou rendimentos originários do exterior;
  • empresas que façam uso de benefícios fiscais, relacionados à diminuição ou isenção de tributos;
  • negócios que exerçam a atividade de factoring.

Independente da opção tributária da sua empresa, procure sempre contar com o apoio de uma assessoria contábil e tributária confiável, capaz de realizar um planejamento tributário eficiente e analisar a viabilidade da sua empresa se enquadrar no Lucro Real ou no regime tributário mais vantajoso, bem como usufruir de possíveis benefícios fiscais que podem aumentar a rentabilidade dos negócios.

Conseguiu perceber a importância de definir o regime de recolhimento de impostos ideal? Então, aproveite para fazer o download do eBook ”Regime tributário: qual a melhor opção para 2020” e já comece a planejar o próximo ano da sua empresa!

Almir Ferreira

Diretor Executivo

CRC 1SP143563/O-2

Contato

contato-e-mail

Você também pode entrar em contato conosco diretamente pelo e-mail:
artdata@artdatacontabil.com.br

localização

Nossas Unidades:

UNIDADE MOGI MIRIM
Avenida Dona Sara Leme da Costa, 45
Nova Mogi
Mogi Mirim | SP
CEP 13800259
Tel (19) 3814 3888

UNIDADE CAMPINAS
Rua Luiz Otávio, 2565
Fazenda Santa Cândida
Campinas | SP
CEP 13087560
(19) 3471 0008

UNIDADE SÃO PAULO
Rua do Rócio, 350
10º andar | Vila Olímpia
São Paulo | SP
CEP 04552000
Tel (11) 3090 4504

UNIDADE RIVIERA DE SÃO LOURENÇO
Bertioga | SP
CEP 11250000
Tel (13) 2191 2600

© Artdata Contábil.